• A língua de Pelotas e outras barbaridades

Depois de 50 Tons de Rosa - Pelotas no Tempo da Ditadura, a corja de pelotenses da gema ou honorários ataca novamente. A Língua de Pelotas e Outras Barbaridades continua a saga. Traz 14 reportagens e crônicas, graves ou galhofeiras. Tem de tudo, mas a cereja do bolo é o inédito Dicionário de Pelotês, idioma resultante de um ménage à trois envolvendo o português arcaico, o francês renascentista e o gauchês mais tosco.

Mandinho, Langanho, Recheada, Patola. O Pelotês, enfim, é reconhecido e dicionarizado no opúsculo que o leitor compulsa agora. Além da língua da Princesa, traz 14 histórias fascinantes como a do pelotense que construiu um avião e voou com ele até o Rio, a das colônias irlandesas em Pelotas e a fake News que a ditadura inventou para esconder a contaminação por mercúrio no Sul do Brasil. Os autores? Ora, é a mesma quadrilha de 50 Tons de Rosa retornando ao local do crime, como acontece nas melhores histórias. Avante!

Código: L999-9788552401063
Código de barras: 9788552401063
Peso (kg): 0,300
Altura (cm): 21,00
Largura (cm): 14,00
Espessura (cm): 1,80
Editora Insular
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 248
Ano de edição 2018

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

A língua de Pelotas e outras barbaridades

  • BROCHURA

  • Insular

  • Vendido e entregue por leitura.com
  • Estoque: Indisponível