• A morte de Virgílio

No ano de 1938, Hermann Broch foi preso pela Gestapo e, durante as cinco semanas de cárcere, o escritor - judeu e austríaco - começou a conceber "A morte de Virgílio", sua obra-prima, um marco na literatura do século XX. Nesta monumental empreitada literária, Broch recria as dramáticas últimas dezoito horas de Virgílio, um dos maiores poetas da literatura clássica latina, nas quais ele cogita destruir a Eneida, obra de sua vida. O romance é construído por sonhos, pensamentos e falas do próprio poeta, como um complexo fluxo de consciência, que delineia, num mosaico narrativo, os dramas existenciais e estéticos do artista diante da morte. No império romano aos tempos de Augusto, Broch faz um paralelo com o iminente nacional-socialismo de Hitler de sua época, uma preocupação encontrada em outras de suas obras consideradas clássicas, como a trilogia Os Sonâmbulos. Dá sua contribuição histórica à renovação formal do romance e nos leva a refletir sobre a condição humana, a criação artística e a validade dos conceitos morais.

Código: L999-9788564065154
Código de barras: 9788564065154
Peso (kg): 0,694
Altura (cm): 23,00
Largura (cm): 16,00
Espessura (cm): 3,20
Autor Hermann Broch
Editora Benvirá
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 512
Ano de edição 2013

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

A morte de Virgílio

Frequentemente comprados juntos

7 Dias De Intimidade

7 Dias De Intimidade

Escrito pelo casal de pastores Ed e Lisa Young, da Igreja Felowship, no Texas (EUA), Sexperiência se..

Vendido e entregue por leitura.com