• Assim caminha o espetáculo da humanidade

O mundo da prática, a máquina, a produção, a busca frenética do bom resultado, a necessidade de alcançar sucesso em tudo e a qualquer custo, a pós-modernidade, a competição permanente, a realidade do consumo desenfreado, as distorções injustas do capitalismo, a falta de afeto, a ditadura permanente para o “novo”, o último modelo do celular ainda mais neurótico, a aparente normalidade da desonestidade nas práticas do Estado, a superficialidade, o efêmero, a futilidade de tudo, a profunda banalização da cultura, a expansão do mal, a excessiva materialização da vida, a erosão das democracias representativas pelo mundo afora, a violência excessiva em tudo, enfim, todos esses artefatos e ciclos poderosos se juntaram numa trama para fazer o homem distanciar-se de todos os vínculos com o passado, com a história relevante, e com planos significativos, ao ponto que esse homem contemporâneo parece um tolo toda vez que se detém em fazer alguma reflexão sobre utopias, sobre a própria vida, pensar na sua responsabilidade social ou nos valores mais fundamentais e espirituais de si mesmo.
O mundo está se transformando num lugar chato de tensões, estranho para a poesia, para o amor, a doçura, a generosidade, a filosofia, a reflexão, e mal sabem o grande contingente de idiotas, que infelizmente é a grande maioria que convivemos todos os dias, o quanto estamos precisando de ideias, ações e destinos de bons sentimentos.

Código: L999-9789895288786
Código de barras: 9789895288786
Peso (kg): 0,400
Altura (cm): 22,00
Largura (cm): 14,00
Espessura (cm): 4,00
Autor Paulo Roberto Cannizzaro
Editora Chiado Editora
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 368
Ano de edição 2020

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Assim caminha o espetáculo da humanidade