• Bem Da Nacao, A

A BEM DA NAÇÃO: O SINDICALISMO PORTUGUÊS ENTRE A TRADIÇÃO E A MODERNIDADE (1933-1947), do jovem pesquisador e professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Francisco Martinho, discute o papel do nacionalismo e de suas ligações com a tradição e a modernidade no processo de institucionalização e consolidação de um Estado corporativo em Portugal, durante as décadas de 1930 e 1940.O trabalho apresentado por Martinho representa um imenso passo para o rompimento do isolamento nacional da pesquisa e o esforço comparativo entre os grandes fenômenos históricos contemporâneos. A transição entre o período da ditadura militar e um governo democrático teve como conseqüência, no meio acadêmico da História, uma procura por temas de pesquisa de interesse quase que único e exclusivo do historiador. Mas uma vertente contra a corrente isolacionista se organizou e alguns profissionais passaram a buscar em outros povos, em outros fatos, uma explicação para o que acontecia no Brasil: a história comparada. A BEM DA NAÇÃO: O SINDICALISMO PORTUGUÊS ENTRE A TRADIÇÃO E A MODERNIDADE (1933-1947) compara a cerne do movimento sindical brasileiro a partir de um estudo detalhado e exaustivo das idéias e práticas sindicais sob regime salazarista, abrindo um universo pouco visitado pelos estudiosos brasileiros. O livro busca monitorar o nascimento e desenvolvimento do movimento sindical e do movimento operário no Brasil. Uma obra de extrema importância para projetar a nova historiografia brasileira para além dos limites nacionais. Francisco Carlos Palomanes Martinho é pesquisador e professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

Código: L055-9788520005873
Código de barras: 9788520005873
Peso (kg): 0,400
Altura (cm): 23,00
Largura (cm): 16,00
Espessura (cm): 1,90
Autor FRANCISCO CARLOS PALOMANES MARTINHO
Editora CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 350
Ano de edição 2000

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Bem Da Nacao, A

  • R$79,90