• O Desabrochar Do Conceito

Os escritos de Hegel acerca da teologia são presentes em toda a sua obra. Porém, nós nos debruçamos aqui sobre seus escritos de juventude e, mais especificamente, sobre o problema da encarnação de Jesus. Neste, o filósofo enfatiza o humano em vez do divino para que haja uma identificação com os próprios homens e, assim, servir de exemplo para o impulso da perfectibilidade. Dessa forma, a ética e a racionalidade são privilegiadas, lidas sob a efígie da autonomia iluminista. Em seguida, passamos à elaboração do conceito de conceito, o movimento autorreflexivo da construção do pensamento, segundo a célebre Fenomenologia do Espírito. A fim de verificar a manifestação do conceito e da perfectibilidade manifestas na história, foi necessário antes recuar e ver como se forma o conceito de tempo em sua forma mais abstrata, na natureza, que é o espírito alheio a si mesmo, não-autoconsciente. Então, chegamos à Filosofia da história, a parte mais problemática, segundo a qual Hegel estabelece uma teleologia na formação da história universal, possibilitada pelo capitalismo. Perseguindo esses três temas, foi possível criar um mapa conceitual rico e crítico acerca da obra hegeliana – um desabrochar, portanto.

Código: L999-9786525123585
Código de barras: 9786525123585
Peso (kg): 0,320
Altura (cm): 15,00
Largura (cm): 10,00
Espessura (cm): 0,70
Autor Ana Paula Ferreira Gomes
Editora CRV
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 144
Ano de edição 2022

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

O Desabrochar Do Conceito