• O pensamento social no Brasil

Esta obra traz ao leitor ensaios publicados ao longo de algumas décadas, alinhados a tradição brasileira de “pensamento social”. Entre os vários intelectuais e pensadores analisados por Castro Santos, a obra de Gilberto Freyre, um dos maiores nomes de nosso tempo, mereceu atenção especial. Além do escritor pernambucano, todos os demais autores tratados neste livro revelam uma preocupação com o Brasil, uma intenção de “reinventar” um país, gerar uma nação, criar metáforas de transformação social, converter idiomas e, regionalismos a uma “língua geral” de brasilidade.Apesar da diversidade de perspectivas ou pontos de vista, os autores discutidos neste livro estão sempre a “conjugar o futuro”: a exemplo dos positivistas progressistas, como Pereira Barreto, ou dos agitadores das reformas na educação e saúde, como Azevedo Sodré, Arthur Neiva e Belisário Pena – esses últimos, figuras de destaque da Primeira República; por outro lado, em que pese a diversidade ainda maior de ideais e projetos, em autores como Gilberto Freyre e Sérgio Buarque de Holanda, ou na contribuição destacada de Antonio Candido, há sempre a preocupação de reinventarmo-nos (como já se disse deles), em um sentido que se poderia chamar totalizador. Isto é, trata-se de entender o país, retratá-lo, discutir projetos e novos caminhos. Na agenda intelectual da atualidade, aquela intenção não deveria jamais ser perdida.

Código: L999-9788575113745
Código de barras: 9788575113745
Peso (kg): 0,455
Altura (cm): 21,00
Largura (cm): 14,00
Espessura (cm): 1,70
Autor Santos Castro
Editora Gramma Editora
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 290
Ano de edição 2017

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

O pensamento social no Brasil