• Quando vier a primavera

Primeiro se via em Lucília o sorriso, a alegria. Junto vinham a inteligência e a serenidade; uma placidez que transpunha o ambiente e se abrigava em nós.
Suas amizades eram eternas. Vinham de tempos longínquos e ainda vivem na esperança de uma manhã de plenitudes. Sim, ela tomava posições, lutava, dizia todas as letras contrárias à opressão e às injustiças; cantava cada sílaba necessária à igualdade.
Acolhedora, tinha sempre um abraço à disposição, e anunciava novas simpatias como quem diz boas notícias: Vladimir, olha quem está conosco.
Nunca se indispunha ao trabalho.
Pela vida conduziu duas das mais férteis profissões. Professora, ensinou algo mais que as regras da gramática e as escolas criadas pela literatura. Disse muito sobre dignidade e honra. Escritora, foi além dos oceanos, pélagos imaginários das Gerais para falar de outras brenhas, outros tempos, outras artes, Lua e Suassuna, dragões a encantar crianças, uma Brasília onírica, artes para todos os talantes da idade.
Iluminou caminhares reluzindo modéstias.
Esta luz nos serve de farol.

Maurício Melo Júnior

Código: L999-9786588256220
Código de barras: 9786588256220
Peso (kg): 0,200
Altura (cm): 21,00
Largura (cm): 14,00
Espessura (cm): 0,80
Autor Clara Arreguy
Editora Outubro Edições
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 92
Ano de edição 2022

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Quando vier a primavera