• A memória vegetal: e outros escritos de bibliofilia

LIVRO ALTAMENTE RECOMENDÁVEL - CATEGORIA TEÓRICO - FNLIJ 2011 “Como é belo um livro, que foi pensado para ser tomado nas mãos, até na cama, até num barco, até onde não existam tomadas elétricas, até onde e quando qualquer bateria se descarregou. Suporta marcadores e cantos dobrados, e pode ser derrubado no chão ou abandonado sobre peito ou joelhos quando caímos no sono”. Essa declaração de amor é a síntese de A memória vegetal, de Umberto Eco — um dos mais importantes intelectuais da atualidade. Com sutileza, humor e habilidade, Eco reúne reflexões sobre o antigo e fascinante mundo dos livros, a bibliofilia, a memória e a alegria da leitura. Neste volume refinado e elegante, Eco traça um elogio às bibliotecas e aos livros, desde os papiros até os dias atuais, e desmistifica a noção de que é preciso muito dinheiro para ser um colecionador. Lista, ainda, os inimigos dos livros, os agentes de uma morte prematura: brocas, cupins e o mais assustador, a ignorância do próprio homem. Afirma que IPads e Kindles são apenas uma evolução — as páginas podem não ser mais de papel, mas o livro permanecerá o que é. Revê algumas obras, conta histórias, redefine critérios de valor, leva-nos ao mundo mágico das letras impressas. Da memória orgânica, registrada e organizada pelo nosso cérebro, até o aparecimento da escrita, ele acompanha as mudanças na apreensão, e compreensão, do conhecimento. Os livros são os nossos anciãos, nossa memória vegetal. A memória histórica escondida entre parágrafos é a nossa própria memória, nossa capacidade de refletir. Um seguro de vida, uma pequena antecipação da imortalidade. Diante do livro, procuramos, mais que decifrar, interpretar. É através da memória vegetal do livro que podemos recordar não apenas nossas brincadeiras de infância, mas também as de Proust. Paixões, desejos, sofrimento, alegria, tudo pode nascer da leitura. A leitura se torna um diálogo com alguém que não está diante de nós. Um diálogo que a qualquer momento evoca lembranças e conhecimento, emoções e experiências, de outra forma perdidos. É isso que Eco, com a leveza de quem tem uma cultura sem fronteiras, resgata do esquecimento em A memória vegetal.

Código: L999-9788501083326
Código de barras: 9788501083326
Peso (kg): 0,330
Altura (cm): 21,00
Largura (cm): 14,00
Espessura (cm): 1,50
Autor Umberto Eco
Editora Record
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 272
Ano de edição 2010

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

A memória vegetal: e outros escritos de bibliofilia

Frequentemente comprados juntos

Mulheres
17% off

Mulheres

O HARÉM PESSOAL DE BUKOWSKI “– Hank – disse ela –, fique comigo! Não volte pra ela! Olhe, eu tenho b..

R$56,90 R$47,23

Vendido e entregue por Leitura - CE/Fortaleza - Riomar Fortaleza

Homem E O Corpo, O
17% off

Homem E O Corpo, O

Ana Karênina' é uma história centrada num caso de adultério, que desnuda e expõe as convenções socia..

R$80,00 R$66,40

Vendido e entregue por Leitura - RJ/Rio - Americas Shopping

Um dia chegarei a Sagres
19% off

Um dia chegarei a Sagres

"Nélida Piñon não publicava um romance inédito desde o premiado Vozes do deserto, de 2004. Um dia ch..

R$79,90 R$64,37

Vendido e entregue por leitura.com

Biografia de uma árvore
17% off

Biografia de uma árvore

Biografia de uma árvore é poesia incomum no panorama da literatura brasileira. Em seu quarto livro, ..

R$29,90 R$24,92

Vendido e entregue por leitura.com

A dupla noite das tílias

A dupla noite das tílias

Partindo do conceito de Weltliteratur, “literatura mundial”, cunhado por Johann Wolfgang von Goethe ..

R$74,00

Vendido e entregue por Leitura - SP/Campinas - Parque D.Pedro

Box - Todos os contos de Machado de Assis

Box - Todos os contos de Machado de Assis

Todos os contos de Machado de Assis, um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos, reuni..

Vendido e entregue por leitura.com