• ABAIXO DO EQUADOR

ABAIXO DO EQUADOR, do antropólogo americano Richard Parker, desvenda as especificidades da homossexualidade dos brasileiros e o crescimento de comunidades gays no país. Por meio de inúmeros depoimentos, o autor investiga a função de papéis sexuais, a prostituição masculina como vivência da sexualidade e as conseqüências da epidemia de AIDS no painel do comportamento brasileiro. Parker desperta questões importantes, que desafiam as idéias pré-concebidas sobre desejo entre iguais. Richard Parker mostra, em ABAIXO DO EQUADOR, como a velha moralidade do certo e do errado, da culpa, pecado e castigo, foi substituída pela moralidade das relações humanas. A nova moralidade, por outro lado, desafiou diretamente a ética sexual predominante. Proclamou os prazeres do corpo, defendendo como justa toda e qualquer forma de amor. O que interessa é a satisfação física. Desafiou os preconceitos sexuais, defendendo a aceitação democrática da diferença. Assim, a controvérsia do amor homossexual perdeu sua força. Baseado em uma longa pesquisa de campo - conduzida por Parker durante mais de quinze anos -, ABAIXO DO EQUADOR traça um detalhado painel etnográfico dos múltiplos universos sexuais existentes nas ruas. Prostituição masculina, michês, transformistas, produtos e estabelecimentos direcionados ao público gay, direitos de homossexuais e o programa brasileiro de combate à AIDS. O autor explora as transformações nas identidades sexuais e culturais que tomaram forma no Brasil nas últimas décadas. Nos primeiros capítulos de ABAIXO DO EQUADOR, Parker esclarece como gênero, raça, o histórico de colonialismo e a influência de outros países - principalmente Estados Unidos e Europa - contribuíram para construir a identidade homossexual brasileira. Nos capítulos subseqüentes, ele mapeia a epidemia de AIDS no país, mostrando como a doença mudou o perfil e o comportamento dos homossexuais brasileiros. Parker fala do preconceito existente contra os portadores do HIV e as conquistas junto ao sistema nacional de saúde. Através desse trabalho único de pesquisa, Parker compara e contrasta o modo de viver homossexual no Brasil a outros países das Américas do Sul e do Norte, e África. Explica, ainda, porque apenas nos último anos o homossexualismo brasileiro saiu do armário. Parker liga essa mudança a um crescente e contínuo processo de industrialização e urbanização, em conjunto com a globalização da economia. ABAIXO DO EQUADOR desmistifica diversas questões: numa sociedade famosa pelo machismo, o homossexualismo é aceito ou apenas tolerado? A comunidade gay brasileira é unida? Como os homossexuais masculinos se vêem? Como a AIDS afetou a comunidade? Richard Parker é professor assistente de Saúde Pública na Divisão de Ciências Médico-Sociais e Psiquiatria da Universidade de Columbia. É, ainda, diretor assistente do Centro de Estudos Comportamentais e Clínicos de HIV do Instituto de Psiquiatria do Estado de Nova York.

Código: L999-9788501059994
Código de barras: 9788501059994
Peso (kg): 0,450
Altura (cm): 21,00
Largura (cm): 14,00
Espessura (cm): 2,10
Autor Richard Parker
Editora Record
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 384
Ano de edição 2002

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

ABAIXO DO EQUADOR

  • R$64,90


Opções de Compra

R$64,90

Vendido e entregue por Leitura - MG/BH - Pátio Savassi

R$64,90

Vendido e entregue por Leitura - PB/JP - Manaíra Shopping

Frequentemente comprados juntos

Paixoes Intelectuais, As Exigencia De Dignidade 1751-1762 - Volume 2

Paixoes Intelectuais, As Exigencia De Dignidade 1751-1762 - Volume 2

A paixão exacerbada no meado do século XVIII pelo nascimento da opinião pública acabou entrando em c..

R$70,90

Vendido e entregue por leitura.com