• O abridor de letras

Vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2017 na categoria contos

A clareza de linguagem de O abridor de letras é a primeira coisa a chamar a atenção. Algo que, quando se encontra no Brasil, é logo temperado com algum grau de Barroco. Ainda que essas histórias não estejam distantes totalmente disso, seja pelo estilo, seja pela temática – a exuberância da natureza e das relações, por exemplo –, é o domínio da linguagem e a consciência que só há no autêntico escritor que não permitem os excessos tão comuns nos paraísos tropicais.
É como se nos encontrássemos com uma forma de narrar à maneira de alguns clássicos brasileiros, mas com um sopro novo. A inventividade tem muitas formas de apresentar-se, e a do autor desses contos é combinar certos traços de um linguajar antigo com uma cosmovisão não somente muito pessoal, mas muito atual. “As quantias, e sempre tudo se resumia a quantias”, lê-se numa passagem, e o raciocínio se emenda numa comparação do tempo com “canal miúdo”. Tudo isso num parágrafo que começa pela frase “Queriam imprimir os seus labéus em mim”.
Quem usa hoje a palavra “labéus”? Certamente um autor com o domínio pleno dos seus meios, para quem o tempo passado, o presente e o futuro têm um significado especial numa narrativa definida como conto, que é também um “canal miúdo”, que ele preenche com as melhores águas.

Código: L999-9788501111692
Código de barras: 9788501111692
Peso (kg): 0,150
Altura (cm): 21,00
Largura (cm): 13,50
Espessura (cm): 0,80
Autor João Meirelles Filho
Editora Record
Idioma PORTUGUES
Encadernação BROCHURA
Páginas 144
Ano de edição 2017

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.
17% off

O abridor de letras

  • R$39,90
  • R$33,25


Opções de Compra